Mesmo com Brexit, 'salário' da rainha Elizabeth II aumentará

LONDRES, 27 JUN (ANSA) - Mesmo com o início do Brexit, que segundo vários especialistas pode ter impactos econômicos negativos para o Reino Unido, a família real britânica receberá um aumento do seu "salário" devido às obras que serão feitas no famoso Palácio de Buckingham. Nesta terça-feira, dia 27, a monarquia do país anunciou que o Sovereign Grant, o fundo de dinheiro público pago à rainha Elizabeth II todos os anos para gasto em atividades oficiais, necessita de um aumento de 8% para que as reformas na principal residência real, que devem durar 10 anos, sejam feitas. De acordo com a família real, o sistema de aquecimento, as tubulações de água e as fiações elétricas, por exemplo, precisam de reparos urgentes. Segundo o governo do país, a reforma terá um valor total de nada menos que 369 milhões de libras esterlinas (R$ 1,5 bilhão).   

E quantos são esses 8%? No período entre 2016 e 2017, a monarquia britânica recebeu uma contribuição de 42,8 milhões de libras (R$ 180,4 milhões). Assim, entre 2017 e 2018, a realeza deverá obter 76,1 milhões de libras (R$ 320,8 milhões). O Palácio de Buckingham também anunciou que para o ano seguinte, o Sovereign Grant será de 82,2 milhões de libras (R$ 346,5 milhões), ou seja, um aumento de mais de 6 milhões de libras.   

Sobre esses números, a população do Reino Unido se dividiu em dois. Para os monarquistas e pessoas que apoiam a família real, o aumento do "salário" acaba sendo pequeno quando dividido por todos os habitantes em relação a tudo que a realeza faz pela nação todos os anos. No entanto, para uma outra parcela, principalmente para os republicanos anti-monarquistas, o crescimento desses valores não são justificados pelas ações e atividades da família real já que eles podem incluir viagens e compromissos oficiais, mas não despesas com segurança, por exemplo. (ANSA)
Veja mais notícias, fotos e vídeos em www.ansabrasil.com.br.


Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos