Rússia e China condenam novo teste de míssil de Pyongyang

MOSCOU, 4 JUL (ANSA) - Em uma declaração conjunta, os governos de Rússia e China informaram que estão "seriamente preocupados" pelo teste com míssil feito pela Coreia do Norte nesta terça-feira (4).   

Os dois países chamaram a a ação de "inaceitável" e pediram o "duplo congelamento" tanto das atividades balísticas da Coreia do Norte com dos exercícios militares dos EUA e da Coreia do Sul.   

"As partes acreditam que a escalação político-militar na região, que pode levar a um conflito armado, pede que a comunidade internacional adote medidas coletivas para resolver pacificamente a situação através do diálogo e pedem que todas as nações envolvidas tenham moderação e renunciem às provocações e à retórica bélica", pedem os dois governos. (ANSA)
Veja mais notícias, fotos e vídeos em www.ansabrasil.com.br.


Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos