PUBLICIDADE
Topo

Internacional

Embaixador do Sri Lanka no Brasil é acusado de crime de guerra

29/08/2017 15h43

RIO DE JANEIRO, 29 AGO (ANSA) - Diversas organizações para os Direitos Humanos na América Latina denunciaram o embaixador do Sri Lanka, Jagath Jayasuriya, no Brasil e em cinco outros países, de cometer crimes de guerra.   

O diplomata é um ex-general e é acusado de atuar como comandante na fase final da guerra civil do país asiático em 2009. Segundo documentos do grupo, Jayasuriya teria supervisionado unidade militares que atacaram hospitais, torturaram e mataram milhares de pessoas.   

O embaixador tem imunidade diplomática em seis países: Brasil, Colômbia, Peru, Chile, Argentina e Suriname. No entanto, as organizações acreditam que os documentos obriguem os governos regionais a extraditá-lo.   

Por sua vez, o governo do Sri Lanka se recusou a julgar Jayasuriya e outras pessoas envolvidas em abusos de guerra. Logo após o período da guerra, o embaixador se aposentou do serviço militar e foi nomeado embaixador no Brasil em 2015. (ANSA)
Veja mais notícias, fotos e vídeos em www.ansabrasil.com.br.


Internacional