Turista canadense é estuprada em Milão

MILÃO, 23 SET (ANSA) - Em mais um episódio de violência sexual na Itália, as autoridades de Milão revelaram neste sábado (23) que uma turista canadense de 30 anos foi estuprada no último dia 17 por um homem que se apresentou como um "falso motorista" em uma empresa de transporte da cidade.   

De acordo com as informações disponibilizadas até o momento, a mulher estava na viale Monza, a pouca distância do centro, e precisava ir até o terminal de ônibus de Lampugnano - onde seguiria para Veneza.   

Ao embarcar no carro da empresa de transporte, que atua como uma espécie de táxi em Milão, o falso motorista a levou para uma área periférica da cidade e cometeu o crime.   

Ao abandoná-la no local, ela alertou as autoridades que enviaram uma ambulância para socorrê-la. De lá, a canadense foi internada em uma clínica, onde os exames confirmaram que ela havia sido vítima de violência sexual.   

A polícia está analisando imagens das câmeras de segurança da região para procurar o criminoso, que a princípio, seria um sul-americano.   

O caso da turista canadense é mais um a ser registrado no país neste ano. Nas últimas semanas casos semelhantes foram registrados em Roma e no balneário de Rimini. (ANSA)
Veja mais notícias, fotos e vídeos em www.ansabrasil.com.br.


Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos