Temer tem 'obstrução urológica', diz Planalto

SÃO PAULO, 25 OUT (ANSA) - O presidente Michel Temer sentiu um mal-estar no Palácio do Planalto nesta quarta-feira (25) e foi encaminhado ao centro cirúrgico do hospital do Exército em Brasília.   


Por meio de uma nota, a Secretaria Especial de Comunicação Social da Presidência da República disse que o mandatário sofreu um "desconforto no fim da manhã" por causa de uma "obstrução urológica". "O médico de plantão recomendou que [Temer] fosse avaliado no Hospital do Exército, onde se encontra para a realização de exame e devido tratamento", afirma o comunicado.   


A notícia chega no momento em que o governo tenta votar o parecer que pede o arquivamento da segunda denúncia da Procuradoria-Geral da República (PGR) contra o presidente. Na sessão da manhã, a oposição conseguiu obstruir a votação por falta de quorum, e uma nova tentativa deve ser feita durante a tarde.   


Confira a nota oficial do Planalto: "O Presidente Michel Temer teve um desconforto no fim da manhã de hoje e foi consultado no próprio departamento médico do Palácio do Planalto. O médico de plantão constatou uma obstrução urológica e recomendou que fosse avaliado no Hospital do Exército, onde se encontra para realização de exame e devido tratamento." (ANSA)
Veja mais notícias, fotos e vídeos em www.ansabrasil.com.br.



Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos