PUBLICIDADE
Topo

Internacional

Uma ano depois da morte, corpo do rei da Tailândia é cremado

26/10/2017 10h09

BANGCOC, 26 OUT (ANSA) - A cidade de Bangcoc parou nesta quinta-feira (26) para acompanhar o cortejo fúnebre do corpo do rei da Tailândia, Bhumibol Adulyadej, morto em outubro do ano passado. Os restos mortais foram cremados em uma cerimônia pública.   

As autoridades estimam que mais de 300 mil pessoas estão pelas ruas da cidade, vestidas com roupas pretas, para fazer a última saudação ao monarca que ficou 70 anos no poder. Os estabelecimentos comerciais da capital estão fechados - e permanecerão assim durante todo o dia - para que os ritos e celebrações possam ser acompanhados por todos os cidadãos.   

Chamado de "pai" pela população, o rei Bhumibol foi o principal responsável pelo desenvolvimento do país e teve seu corpo cremado em uma estrutura dourada, com 53 metros de altura e 60 de largura, especialmente construída para a celebração.   

O monarca morreu no dia 13 de outubro de 2016 e seu corpo estava sendo conservado no palácio do governo, seguindo uma tradição budista. (ANSA)
Veja mais notícias, fotos e vídeos em www.ansabrasil.com.br.


Internacional