Líder chavista promete eleições na Venezuela até 30 de abril

CARACAS, 23 JAN (ANSA) - O vice-presidente do Partido Socialista Unido da Venezuela (Psuv), Diosdado Cabello, tido como o "número dois" do chavismo, propôs nesta terça-feira (23) que o país tenha eleições presidenciais até 30 de abril de 2018.   

O projeto foi apresentado por Cabello na Assembleia Nacional Constituinte (ANC), convocada pelo presidente Nicolás Maduro para suplantar os poderes da Assembleia Nacional, o Parlamento unicameral venezuelano, dominado pela oposição.   

"É uma proposta que tem muito a ver com a pátria, com o amor a esta pátria", declarou o vice-presidente do Psuv. Segundo ele, cabe à Comissão Nacional Eleitoral (CNE) definir a data do pleito. Inicialmente, as eleições estavam previstas para o último trimestre de 2018.   

O diálogo entre governo e oposição na Venezuela foi retomado no último dia 11 de janeiro e, segundo Maduro, avançam em "bom ritmo". (ANSA)
Veja mais notícias, fotos e vídeos em www.ansabrasil.com.br.


Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

UOL Newsletter

Para começar e terminar o dia bem informado.

Quero Receber

UOL Cursos Online

Todos os cursos