Venezuela expulsa embaixador da Espanha do país

MADRI, 26 JAN (ANSA) - Após receber sanções da União Europeia (UE), o governo venezuelano expulsou nesta quinta-feira (25) do país o embaixador da Espanha, Jesús Silva Fernández.   

Em nota, o governo do presidente Nicolás Maduro explicou que a decisão foi uma resposta às "contínuas agressões e repetidas interferências nos assuntos internos do nosso país" pela Espanha.   

Na quarta-feira (24), alguns dias depois do governo venezuelano receber as sanções da UE, Maduro convocou Fernández para consultas. A Venezuela acusa o premier da Espanha, Mariano Rajoy, de ser um dos principais responsáveis pelas medidas contra o país.   

Essa não é a primeira vez em que a Venezuela expulsa embaixadores de outros países. Em 2017, o governo expulsou os representantes do Brasil e do Canadá, depois de adotarem sanções contra funcionários do alto escalão de Maduro.   

- Sanções: A UE divulgou sanções contra sete pessoas do governo de Maduro, alegando que todos são suspeitos de abusos de direitos humanos e da democracia. A Espanha foi uma das grandes promotoras das medidas impostas.   

As punições contra Maduro e seus funcionários vem sendo tomadas desde 2017, quando os Estados Unidos resolveu proibir a Venezuela e a petroleira PDVSA de negociarem suas dívidas.   

Diante disso, Maduro classificou as medidas como "um erro lamentável". Além disso, o líder venezuelano atacou Rajoy, em um comício em Caracas, pedindo para que o premier espanhol "fique de quatro", pois o "povo vai te espancar".(ANSA)
Veja mais notícias, fotos e vídeos em www.ansabrasil.com.br.


Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos