PUBLICIDADE
Topo

Internacional

Detido, Sarkozy presta depoimento pelo segundo dia

21/03/2018 13h10

SÃO PAULO, 21 MAR (ANSA) - O ex-presidente francês Nicolas Sarkozy prestou depoimento nesta quarta-feira (21), pelo segundo dia consecutivo, sobre o suposto financiamento ilegal de sua campanha eleitoral de 2007, com dinheiro do regime líbio de Muammar Kadafi.   

Sarkozy foi detido ontem para prestar esclarecimentos, sob custódia, durante todo o dia, sendo liberado à noite. Hoje (21), chegou pela manhã ao Escritório Central de Luta contra a Corrupção e as Infrações Financeiras e Fiscais (OCLCIFF) de Nanterre, em Paris. O ex-presidente pode permanecer em detenção provisória por até dois dias. Após às 48 horas, ele pode ser liberado e fica no aguardo da audiência judicial. A soma utilizada em suas campanhas eleitorais teria ultrapassado o dobro do limite permitido, e seriam 21 milhões de euros.   

A relação entre Sarkozy e Muammar Kadafi, na época ditador líbio, era muito complexa. O ex-presidente recebeu Kadafi em uma visita oficial à França e assinou contratos comerciais de 10 bilhões de euros entre os dois países. Em 2012 começaram as acusações contra Sarkozy, após um documento ter sido publicado pelo site Mediapart, indicando que a Líbia pagara a sua campanha eleitoral. (ANSA)
Veja mais notícias, fotos e vídeos em www.ansabrasil.com.br.


Internacional