Novo presidente do Paraguai fica com minoria no Senado

SÃO PAULO, 23 ABR (ANSA) - O presidente eleito do Paraguai, Mario Abdo Martínez, terá que negociar alianças em seu mandato com os partidos opositores, já que não conseguiu maioria absoluta no Senado, de acordo com números divulgados pelo Tribunal Eleitoral do país nesta segunda-feira (23).   

Entre as 45 cadeiras do Senado paraguaio, o Partido Colorado de Abdo Martínez obteve 18, contra 13 do Partido Liberal, enquanto as outras legendas compartilharam as últimas 14. O novo governo conseguiria maioria caso conquistasse 23 assentos.   

No senado, a bancada governista será lidera pelo atual chefe de Estado do Paraguai, Horacio Cartes, o vice-presidente, Juan Afara, e pelo ex-presidente Nicanor Duarte. Por apenas 3,7% de diferença, Abdo Martínez venceu as eleições presidenciais do Paraguai no último domingo (22), superando o opositor Efraín Alegre, candidato da centro-esquerda.(ANSA)
Veja mais notícias, fotos e vídeos em www.ansabrasil.com.br.


Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

UOL Newsletter

Para começar e terminar o dia bem informado.

Quero Receber

UOL Cursos Online

Todos os cursos