Médico da Casa Branca desiste de secretaria dos Veteranos

NOVA YORK, 26 ABR (ANSA) - O médico da Casa Branca, Ronny Jackson, envolvido em uma série de escândalos, anunciou nesta quinta-feira (26) que desiste da nomeação para o cargo de secretário do Departamento dos Assuntos dos Veteranos dos Estados Unidos. Jackson foi indicado pelo presidente norte-americano, Donald Trump, em março, depois que David Shulkin foi demitido. No entanto, o doutor tem sido acusado de má conduta profissional, como beber durante o expediente e receitar analgésicos sem controle. Em comunicado, o médico reiterou que as acusações contra ele são "falsas e fabricadas". "Apesar de estar para sempre grato pela confiança que o presidente Trump depositou em mim ao dar-me esta oportunidade, retiro a minha candidatura a secretário do Departamento dos Assuntos dos Veteranos", indicou.   

Segundo o senador John Tester, democrata de mais alto escalão do Comitê de Assuntos de Veteranos, a relativa facilidade com que Jackson fornecia medicamentos lhe valeu o apelido "homem dos doces". (ANSA
Veja mais notícias, fotos e vídeos em www.ansabrasil.com.br.


Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

UOL Newsletter

Para começar e terminar o dia bem informado.

Quero Receber

UOL Cursos Online

Todos os cursos