PUBLICIDADE
Topo

Internacional

Bilionário chinês morre ao tirar foto em Provença

05/07/2018 13h00

SÃO PAULO, 05 JUL (ANSA) - O magnata chinês Wang Jian, um dos fundadores da Hainan Airlines (HNA Group), acionista da TAP, morreu na última terça-feira (3), ao cair de um muro de 10 metros de altura quando tentava tirar uma foto.   

O acidente, que está sendo investigado pela polícia, aconteceu durante uma viagem que o empresário fazia na região de Provença, na França.   

Wang tinha 57 anos e, apesar dos esforços, os socorristas não conseguiram revivê-lo devido à magnitude dos impactos e aos danos internos causados ao seu organismo. "Juntos, lamentamos a perda de um líder e modelo talentoso, cuja visão e valores continuarão sendo um farol para os que tiveram a sorte de conhecê-lo", diz uma nota do HNA Group.   

A morte aconteceu em um momento em que a empresa passa por dificuldades financeiras, com a venda de ativos para diminuir dívidas. Atualmente, a HNA detém 45% da TAP e mais de 10% do Deutsche Bank.   

Recentemente, vendeu a sua participação de 25% na cadeia hoteleira Hilton Worldwide, e semana passada anunciou que iria se desfazer de sua participação na empresa brasileira Azul Linhas Aéreas. (ANSA)
Veja mais notícias, fotos e vídeos em www.ansabrasil.com.br.


Internacional