PUBLICIDADE
Topo

Internacional

Mais de 70 pessoas oferecem casas a desalojados de Gênova

28/08/2018 11h39

GÊNOVA, 28 AGO (ANSA) - Ao menos 74 famílias colocaram residências à disposição das centenas de pessoas desalojadas pelo desabamento da Ponte Morandi, em Gênova, que deixou 43 mortos.   

A lista divulgada nesta terça-feira (28) pela Prefeitura da capital da Ligúria inclui apenas imóveis adequados a receber os desabrigados, mas muitas sugestões foram descartadas, como residências em Saint-Tropez e Grenoble, na França, e Genebra, na Suíça.   

Os imóveis oferecidos pelos genoveses vão desde kitnets até apartamentos de mais de 150 metros quadrados. A Prefeitura tenta agora a combinação certa entre as famílias desabrigadas e os proprietários das moradias à disposição.   

"Alguns apartamentos serão em comodato de uso gratuito, outros, com aluguéis muito moderados", explicou o secretário de Orçamento Pietro Piciocchi.   

O desabamento da Ponte Morandi, ocorrido em 14 de agosto, desalojou 252 famílias dos edifícios que ficam embaixo da estrutura, o que totaliza mais de 600 pessoas. (ANSA)
Veja mais notícias, fotos e vídeos em www.ansabrasil.com.br.


Internacional