PUBLICIDADE
Topo

Vice-presidente dos EUA diz que casos do país já se comparam aos da Itália

O vice-presidente dos EUA, Mike Pence, durante coletiva de imprensa sobre o coronavírus na Casa Branca, em Washington D.C. - Xinhua/Liu Jie
O vice-presidente dos EUA, Mike Pence, durante coletiva de imprensa sobre o coronavírus na Casa Branca, em Washington D.C. Imagem: Xinhua/Liu Jie

em Washington (EUA)

01/04/2020 18h43

O vice-presidente dos Estados Unidos, Mike Pence, disse hoje que a situação de emergência no território americano devido à pandemia do novo coronavírus (Sars-CoV-2) "é mais comparável" à crise na Itália, em termos de projeções sobre o número de mortos.

"Acreditamos que Itália possa ser a área mais comparável aos Estados Unidos neste momento", afirmou Pence, durante entrevista à CNN ao ser questionado sobre o impacto da doença e os números de mortos com Covid-19 no país.

Com 13.155 óbitos, a Itália é o país com maior número de mortes pelo novo coronavírus em todo o mundo. Já os Estados Unidos contabilizam 203,6 mil casos confirmados do vírus, com 4.476 vítimas, segundo balanços divulgados hoje pelos dois países.

De acordo com Pence, a Casa Branca projeta entre 100 mil e 240 mil mortes nos próximos meses, mesmo com a adoção de medidas de distanciamento social.

Ele, no entanto, reforçou que esses números enfatizam a necessidade de o país estar atento aos esforços de isolamento domiciliar durante os próximos 30 dias.

Sem os esforços rígidos para controlar o vírus ou a conformidade com as diretrizes federais, o número de mortes por coronavírus americano poderia atingir impressionantes 2,2 milhões, segundo o estudo, citado pela imprensa americana.

Em coletiva em Washington, o presidente dos EUA, Donald Trump, chegou a admitir que as "próximas duas semanas vão ser muito, muito dolorosas".

Coronavírus