PUBLICIDADE
Topo

Ex-piloto Zanardi é transferido para centro de reabilitação neurológica

Zanardi ficou quase um mês internado na UTI -
Zanardi ficou quase um mês internado na UTI

21/07/2020 08h22

O paratleta olímpico Alessandro Zanardi foi transferido hoje do hospital de Siena para um centro especializado em reabilitação neurológica, informa a direção da instituição em nota. Conforme o comunicado, depois da suspensão da sedação, a normalidade dos parâmetros cardiorrespiratórios e metabólicos, a estabilidade das condições clínicas gerais e do quadro neurológico permitiram a transferência.

"O atleta transcorreu mais de um mês no nosso hospital e foi submetido a três delicadas cirurgias, e mostrou um percurso de estabilidade de suas condições clínicas e dos parâmetros vitais que permitiram a redução e a suspensão da sedação, e a consequente possibilidade de poder ser transferido em uma estrutura para a necessária reabilitação neurológica", afirmou o diretor geral do hospital Maria alle Scotte, Valtere Giovannini.

O médico ainda enviou um "grande abraço" para a família do ex-piloto de Fórmula 1, que "demonstrou uma força extraordinária, um dom precioso que deverá ser a companhia da viagem fundamental do novo percurso que ele inicia hoje". Giovannini ainda ressaltou que "os nossos profissionais continuam à disposição dessa pessoa extraordinária e de sua família para futuras novas fases de desenvolvimento clínico, diagnóstico e terapêutico, como sempre ocorre nesses casos".

Zanardi sofreu um grave acidente no dia 19 de junho durante uma prova de paraciclismo, idealizada por ele, enquanto o grupo de atletas passava pela cidade de Pienza. Segundo as informações das testemunhas, o italiano perdeu o controle de sua handbike durante uma curva e bateu de frente com um caminhão que subia pelo outro lado da pista.

Após o acidente, ele passou por três cirurgias neurológicas e para reconstruir os ossos da face, sendo mantido em coma induzido até o dia 16 de julho.

História

Zanardi é um dos protagonistas de uma das maiores histórias de superação do esporte mundial. Em 2001, o piloto sofreu um grave acidente durante uma prova da Fórmula Indy, precisando amputar suas duas pernas.

Após uma longa recuperação, ele voltou a pilotar carros no WTCC e seguiu para o paraciclismo, categoria onde conquistou quatro medalhas de ouro nos Jogos Olímpicos de Londres e do Rio de Janeiro, e outras duas de prata.