PUBLICIDADE
Topo

Internacional

Papa condena 'feroz ataque' em basílica de Nice

29.out.2020 - Autoridades trabalham no local onde ocorreu um ataque a faca em Nice, na França  - Valery Hache/AFP
29.out.2020 - Autoridades trabalham no local onde ocorreu um ataque a faca em Nice, na França Imagem: Valery Hache/AFP

29/10/2020 11h01

O secretário de Estado do Vaticano, cardeal Pietro Parolin, enviou um telegrama em nome do papa Francisco ao bispo de Nice, monsenhor André Marceau, "condenando do modo mais forte possível" o ataque que matou três pessoas na Basílica de Notre-Dame.

"Informado do feroz ataque perpetrado nesta manhã em uma igreja de Nice, o papa Francisco se une em oração ao sofrimento das famílias atingidas e compartilha de sua dor", escreveu Parolin, que é o segundo na hierarquia do Vaticano.

"Condenando do modo mais forte possível tais violentos atos de terror, o Papa assegura sua proximidade à comunidade católica da França e a todo o povo francês", acrescentou o cardeal.

Antes disso, o diretor da Sala de Imprensa do Vaticano, Matteo Bruni, já havia dito que "o terrorismo e a violência jamais podem ser aceitos" e que o atentado "semeou morte em um lugar de amor e consolação".

Em 26 de julho de 2016, um padre de 85 anos, Jacques Hamel, já havia sido degolado por jihadistas em pleno altar de uma igreja de Saint-Étienne-du-Rouvray, no norte da França, e o Vaticano abriu um processo para beatificá-lo como mártir.

Internacional