PUBLICIDADE
Topo

Internacional

Conteúdo publicado há
1 mês

Polícia italiana recupera bilhete de loteria furtado que vale prêmio de R$ 3 milhões

Bilhete de raspadinha - U.Ozel.Images/iStock/Getty Images
Bilhete de raspadinha Imagem: U.Ozel.Images/iStock/Getty Images

06/09/2021 17h14

A polícia italiana recuperou nesta segunda-feira (6) o bilhete de raspadinha premiado com 500 mil euros (quase R$ 3,1 milhões pela cotação atual) que teria sido furtado de uma idosa de Nápoles na semana passada.

O autor do suposto crime, Gaetano Scutellaro, já havia sido preso no domingo (5) no Aeroporto de Fiumicino, nos arredores de Roma, enquanto tentava embarcar para Tenerife, na Espanha.

O bilhete premiado, no entanto, só foi achado nesta segunda-feira, em um banco na província de Latina, também perto da capital italiana.

O suposto crime ocorreu em 2 de setembro, quando uma idosa de cerca de 70 anos comprou duas cartelas da raspadinha "Gratta e Vinci", sendo que uma delas tinha um prêmio de meio milhão de euros.

A senhora então avisou um funcionário da tabacaria onde ela adquirira o bilhete premiado, e o rapaz teria repassado a cartela para Scutellaro, suposto dono da loja. O comerciante, contudo, teria se apossado da raspadinha e fugido de moto.

Scutellaro foi colocado em prisão preventiva e responderá por furto agravado e tentativa de extorsão, mas alega inocência. Ele diz que havia comprado o bilhete e apenas pedido para a idosa retirar o prêmio em seu nome, acreditando que o valor fosse de somente 500 euros.

"Eu queria fugir para o exterior porque não me sinto seguro em Nápoles", disse ele ao site inews24. Além disso, Scutellaro nega inclusive ser o dono da tabacaria e afirma que não queria entrar na loja porque ela pertence à sua ex-mulher.

No entanto, o furto havia sido denunciado pelos próprios funcionários da tabacaria. Ainda não se sabe quando ou se a idosa receberá o prêmio da raspadinha.

Internacional