PUBLICIDADE
Topo

Internacional

Itália tem maior número de casos de covid-19 desde abril

26.mar.2020 - Mulher caminha próximo à Basílica de São Pedro, no Vaticano, Itália - Andreas Solaro/AFP
26.mar.2020 - Mulher caminha próximo à Basílica de São Pedro, no Vaticano, Itália Imagem: Andreas Solaro/AFP

25/11/2021 14h38

A Itália registrou nesta quinta-feira (25) mais 13.764 casos e 71 mortes na pandemia de Covid-19, de acordo com boletim do Ministério da Saúde.

Com isso, o total de contágios já diagnosticados no país subiu para 4.968.341, enquanto o de óbitos chegou a 133.486. O número de casos desta quinta é o maior para um único dia na Itália desde 29 de abril, quando houve 14.320 infecções.

A média móvel de contágios em sete dias aumentou pela 23ª vez consecutiva e atingiu 10.639, alta de 62% na comparação com duas semanas atrás, enquanto a de mortes subiu de 64 para 65, cifra 35% maior do que há 14 dias.

A Itália também soma mais de 4,67 milhões de curados e 166.598 casos ativos, maior valor desde 10 de junho (169.309). Até o momento, mais de 84% do público-alvo (pessoas a partir de 12 anos) está totalmente vacinado, porém 7 milhões de indivíduos aptos a se imunizar não tomaram sequer a primeira dose.

A alta nos casos no país já fez o governo de Mario Draghi antecipar para 1º de dezembro a dose de reforço da vacina para todos os adultos.

Além disso, entre 6 de dezembro e 15 de janeiro, pessoas que não tenham se vacinado nem se curado recentemente da Covid não poderão entrar em bares, restaurantes, museus, academias, casas noturnas, cinemas, teatros e eventos esportivos.

Dessa forma, indivíduos antivax só poderão frequentar serviços essenciais, meios de transporte e o próprio local de trabalho, e desde que apresentem exame negativo.

Internacional