Crucial no Brexit, Nigel Farage ironiza parlamentares europeus durante reunião de emergência

  • Geert Vanden Wijngaert/AP

"Vocês não estão rindo agora, não é?"

Foi assim que um dos personagens mais proeminentes do Brexit - Nigel Farage, líder do Partido da Independência do Reino Unido (Ukip, na sigla em inglês) - se dirigiu ao Parlamento Europeu durante uma reunião de emergência para debater a saída britânica do bloco.

Entre vaias e aplausos, Farage disse que muitos debocharam de sua proposta na primeira vez em que ele defendeu ali a saída de seu país da União Europeia.

Embora nunca tenha conseguido se eleger para o Parlamento britânico, o político anti-UE integra o europeu desde 1999 - é lá que seu partido tem maior presença.

Farage afirmou ainda que os políticos europeus estavam irritados com o resultado do plebiscito porque estariam "em negação".

"Vocês, como um projeto político, estão em negação. Vocês estão em negação porque a moeda de vocês fracassou - basta olhar para o Mediterrâneo", disse, citando também a crise dos refugiados.

'Por que você está aqui?'

O presidente da Comissão Europeia, Jean-Claude Juncker, questionou o britânico: "Você estava lutando pela saída, o povo votou pela saída: Por que você está aqui?"

Juncker disse que a vontade dos britânicos deve ser respeitada, mas afirmou que a campanha do Leave (saída) "fabricou uma realidade" com seus argumentos.

Foi então que Farage rebateu: "Não é engraçado? Quando eu vim aqui há 17 anos, dizendo que queria liderar uma campanha para o Reino Unido deixar a União Europeia, vocês todos riram. Preciso dizer, vocês não estão rindo agora, não é?"

Mesmo sob protestos, ele prosseguiu e disse que era necessária "uma atitude adulta e sensível para se negociar uma nova relação (entre o bloco e o Reino Unido)". E alfinetou:

"A maioria de vocês nunca nem teve um trabalho de verdade na vida. Ou que tenha atuado em negócios ou criado algum posto de trabalho."

Ao ver Farage ser vaiado pelos colegas, o presidente do Parlamento, Martin Schulz, se dirigiu a eles.

"Eu entendo que vocês estejam tomados pela emoção, mas estão agindo como costuma agir o Ukip. E, Farage, eu vou lhe dizer: me desculpe, mas você não pode afirmar que ninguém aqui teve um emprego válido."

Peça crucial no Brexit, o político britânico construiu toda a sua carreira fazendo campanha para que o país deixasse o bloco europeu. Ao lado do ex-prefeito de Londres, o conservador Boris Johnson, ele é considerado um dos principais vencedores desse processo.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos