Projeto usa tecnologia 3D para preservar 400 estilos de kung fu

Um projeto digital em Hong Kong está buscando preservar a memória de mais de 400 estilos diferentes de kung fu.

Integrante da iniciativa, Wong Yiu-Kau aguarda em um estúdio enquanto seu traje preto é coberto de sensores que capturam todos seus movimentos.

O mestre de kung fu de 56 anos participa do primeiro arquivo de artes marciais em 3D conhecido no mundo, um projeto que visa a preservar digitalmente uma tradição que corre risco de se perder no tempo, segundo especialistas.

"Quando era estudante, aprendi os movimentos e recebi um manual para ler. Agora temos isso, onde tudo é gravado e preservado com precisão", afirma Wong, mestre de kung fu no estilo dragão do sul.

Há centenas de estilos de luta classificados como kung fu, arte marcial que se popularizou após uma série de filmes com o ator americano Bruce Lee, criado em Hong Kong.

Bruce Lee morreu em 1973.

Com a queda da popularidade da luta nos últimos anos, praticantes se preocupam em encontrar formas de transmitir conhecimento para as novas gerações.

O projeto em 3D, conhecido como Hong Kong Martial Arts Living Archive ("Arquivo Vivo das Artes Marciais de Hong Kong", em tradução livre), busca capturar e preservar mais de 400 diferentes estilos de kung fu.

Cerca de 50 já foram registrados até agora.

Imagens: Cortesia Festival de cultura de Hong Kong

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos