Acionistas da SABMiller aprovam compra pela AB InBev

Aquisição, avaliada em 79 bilhões de libras, recebeu aval da ampla maioria dos acionistas da cervejaria britânica. Empresa resultante produzirá 30% da cerveja consumida no mundo.Os acionistas da cervejaria britânica SABMiller aprovaram nesta quarta-feira (28/09) a fusão com o grupo belgo-brasileiro AB InBev, uma operação que resultará na maior fabricante de cervejas do mundo. Em comunicado à Bolsa de Valores de Londres, a empresa britânica afirmou que 97,37% dos acionistas votaram pela aquisição, que está avaliada em 79 bilhões de libras. Paralelamente, os dois principais acionistas da SABMiller, Altria e BevCo, que representam 41% do capital, também deram seu consentimento, em processo separado. A empresa afirmou que optara por realizar duas votações paralelas para garantir um resultado justo, numa proposta supervisionada pelos tribunais, na qual ao menos 75% dos acionistas dos dois grupos teriam que aprovar a fusão. A SABMiller detalhou que espera que a Justiça britânica aprove a operação na próxima segunda-feira, data após a qual poderá concluir o processo de venda, com previsão de conclusão em 10 de outubro. A aquisição também foi aprovada pelo conjunto de acionistas da AB InBev em assembleia geral, nesta quarta-feira, na qual eles respaldaram a adoção de todas as resoluções propostas, afirmou a multinacional, que mesmo antes da fusão já é a maior fabricante de cervejas do mundo. Autoridades antitruste de vários países aprovaram o acordo. A aquisição da SABMiller dará à AB InBev uma ampla presença na África e na China. A empresa resultante da fusão produzirá 30% da cerveja consumida em todo o mundo, com presença em mais de 80 países e uma força de trabalho conjunta de aproximadamente 225 mil pessoas. Para conseguir a aprovação das autoridades, a AB InBev concordou com uma série de concessões, incluindo a venda das marcas Peroni, Grolsch e Meantime, da SABMiller, para a rival japonesa Asahi. A União Europeia exigiu que as operações da SABMiller na República Tcheca, Hungria, Polônia, Romênia e Eslováquia fossem vendidas. A AB InBev anunciou que a companhia resultante da combinação das duas cervejarias conservará o nome de Anheuser-Busch InBev SA quando for concluída a fusão. O logotipo sofrerá uma leve mudança: está previsto que a águia hoje presente desapareça. O grupo contará com as marcas da AB InBev, como Brahma, Skol, Corona, Beck's, Stella Artois, Leffe e Budweiser, e com as de SABMiller, que é proprietária da Miller, da Foster's e da Coors. AS/efe/afp/ap

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos