Número de refugiados sírios supera cinco milhões, diz ONU

  • Thomas Coex/AFP

    Jornalista de TV saudita grava programa com crianças do campo de refugiados Zaatari, na Jordânia, na fronteira com a Síria

    Jornalista de TV saudita grava programa com crianças do campo de refugiados Zaatari, na Jordânia, na fronteira com a Síria

O número de refugiados da guerra civil na Síria superou cinco milhões, comunicou o alto comissariado da ONU para refugiados (Acnur) nesta quinta-feira (30). O órgão aproveitou a divulgação do dado para pedir que a comunidade internacional seja mais ativa na elaboração de programas que ajude a assentar a população síria em fuga.

"Enquanto o número de homens, mulheres e crianças que fogem de seis anos de guerra na Síria ultrapassa a marca de cinco milhões, a comunidade internacional precisa fazer mais para ajudá-los", diz o Acnur em comunicado.

Há um ano, a agência da ONU pediu a governos que reassentem 500 mil sírios para aliviar o fardo que pesa sobre os países vizinhos da Síria, que estão hospedando a grande maioria dos refugiados do conflito sírio. Até agora, a comunidade internacional disponibilizou apenas 250 mil lugares.

A Turquia continua acolhendo o maior número de sírios refugiados: quase três milhões. O país tem um acordo com a União Europeia para que não permitir passagem pro seu território de refugiados do Oriente Médio a caminho da Europa.

O Líbano recebeu mais de um milhão, enquanto a Jordânia soma 657 mil sírios, além de muitos outros espalhados por Iraque, Egito e demais países do norte da África. Centenas de milhares fugiram para a Europa, mas nem todos tiveram concedido o status de refugiado.

O total de refugiados sírios mundo afora era de 4,6 milhões no final de 2015 e subiu para 4,85 milhões no final do ano passado, segundo dados da agência da ONU.

Em seu site, o Acnur divulgou que nos três primeiros meses de 2017 cerca de 250 mil sírios se registraram como refugiados. A agência não forneceu uma explicação para o aumento.

Cerca de 400 mil pessoas morreram na guerra civil da Síria, que começou em março de 2011 com a violenta retaliação contra manifestações pacíficas contra o regime de Bashar al-Assad. Mais de seis milhões de sírios vivem deslocados dentro das fronteiras do país. 

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos