Trump tem recepção calorosa na Polônia

Presidente dos EUA é recebido com honras militares no aeroporto de Varsóvia e se prepara para evento público na capital polonesa e reuniões com líderes do Leste Europeu.O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, chegou na noite desta quarta-feira (05/07) a Varsóvia, na Polônia, onde ele teve uma recepção bem mais calorosa do que a que provavelmente lhe espera em Hamburgo, na Alemanha, durante o encontro do G20. Trump foi recebido no aeroporto por uma delegação que incluía o ministro polonês do Exterior, Witold Waszczykowski, uma guarda de honra e uma pequena delegação de funcionários do governo polonês e da embaixada americana. No caminho para o hotel, a comitiva de Trump e sua esposa Melania foi saudada por pessoas que agitavam bandeiras da Polônia e dos Estados Unidos. A Polônia é um dos principais aliados dos Estados Unidos na Europa, e presidentes americanos costumam ter recepções calorosas no país. Além disso, é também um importante parceiro na Otan e um mercado promissor para o gás obtido com fracking nos EUA. Em Varsóvia, Trump discursará na Praça Krasinski, que abriga um importante monumento ao levante polonês contra os nazistas, em 1944. Ele também vai se reunir com líderes da Polônia e da Croácia e dará uma entrevista ao lado do presidente polonês, Andrzej Duda. Trump terá ainda um encontro com os chefes de Estado e governo de 12 países do Leste Europeu às margens dos mares Báltico, Adriático e Negro. O grupo, que é conhecido como Iniciativa dos Três Mares, busca reduzir a dependência da região da energia que vem da Rússia. A iniciativa foi apresentada por Duda em maio e, segundo ele, é uma das prioridades de seu governo. AS/ap/ard/dpa

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos