PUBLICIDADE
Topo

Premiês de Índia e Nepal tratam de relações bilaterais em clima de tensão

31/12/2015 13h35

Nova Délhi/Katmandu, 31 dez (EFE).- O primeiro-ministro da Índia, Narendra Modi, e o premiê do Nepal, Sharma Oli, trataram nesta quinta-feira em uma conversa telefônica a situação de suas relações bilaterais, deteriorada desde o início há três meses de um bloqueio em sua fronteira, pelo qual Katmandu culpa Nova Délhi.

O Nepal está imerso em uma grave crise de abastecimento desde que partidos da região sulina do Terai intensificaram seus protestos contra a nova Constituição com o bloqueio à fronteira com a Índia, que o governo nepalês assegura estar respaldado por Nova Délhi, em uma afirmação negada pelo Executivo indiano.

Oli pediu ajuda a seu colega no abastecimento de produtos básicos para atenuar a crise, ao que Modi lhe lembrou que já ordenou o envio de remédios ao país do Himalaia por via aérea, informou à Agência Efe o assessor de imprensa do líder nepalês, Pramod Dahal.

Ambos chefes de governo conversaram também sobre a agitação política que sacode o Nepal e Oli agradeceu a Modi por aceitar a lei de reforma constitucional apresentada no parlamento por seu Executivo para abordar as reivindicações dos partidos do Terai, região fronteiriça e historicamente próxima à Índia.

Dahal detalhou que durante a ligação o primeiro-ministro da Índia convidou seu colega a visitar a Índia em uma viagem oficial, que Oli realizará assim que se solucione a crise no Nepal.

O escritório de Modi confirmou em comunicado que os dois dirigentes conversaram sobre a situação política na nação do Himalaia durante uma ligação realizada por Oli.

"O primeiro-ministro Narendra Modi enfatizou a importância de encontrar uma solução duradoura baseada no consenso aos problemas políticos enfrentados pelo Nepal", manifestou o departamento.

A região nepalesa do Terai registrou nos últimos meses violentos protestos que causaram pelo menos 53 mortes e que, após a promulgação da Carta Magna, se intensificaram com um bloqueio à fronteira indiana.

O bloqueio ocasionou perdas milionárias à nação do Himalaia, imersa por este motivo em uma grave crise de combustível e onde começaram a escassear os remédios.

Internacional