Unicef diz que 60% dos refugiados que chegam à Europa são mulheres e crianças

Genebra, 2 fev (EFE).- Quase 60% dos refugiados e imigrantes que chegam à Macedônia desde a Grécia após atravessar o Mediterrâneo são crianças e mulheres, segundo alertou nesta terça-feira o Fundo das Nações Unidas para a Infância (Unicef).

Segundo o Unicef, mais de 1/3 dos que chegam ao litoral europeu são menores de idade, e, somados às mulheres, são a maioria, um fenômeno que até agora não tinha ocorrido, segundo afirmou Sarah Crowe, porta-voz do Unicef.

Concretamente, o Unicef estima que 36% dos que fazem a travessia entre Turquia e Grécia são menores de idade.

"Mas este número pode ser maior dado que muitos dos adolescentes não revelam a idade real até que chegam a seu destino", especificou Crowe.

O Unicef lembrou que em junho de 2015 as crianças eram uma de cada dez refugiados e imigrantes que chegavam à Europa, e agora são 1/3.

A grande maioria dos menores e mulheres que chega à Europa procede da Síria, Iraque e Afeganistão, as três nacionalidades às quais a União Europeia permite a entrada sem impedimentos.

Com relação às crianças não acompanhadas, o Unicef não conhece o número global na Europa, mas sabe que 35.400 deles se registraram na Suécia e outras 60 mil na Alemanha.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos