Resgatados quase 1.500 imigrantes no canal da Sicília nas últimas 48 horas

Roma, 28 mar (EFE).- A Guarda Costeira italiana informou nesta segunda-feira que 1.482 imigrantes foram resgatados nas últimas 48 horas quando viajavam em barcaças no canal da Sicília, que divide a costa da Líbia e da Itália.

Hoje foram realizadas seis operações que resgataram 752 pessoas e, em uma delas, uma embarcação romena que colabora no dispositivo europeu Triton salvou 252 imigrantes que estavam em duas lanchas pneumáticas.

Outras duas lanchas pneumáticas com 129 pessoas a bordo foram socorridas pelo barco inglês "Enterprise", do dispositivo EunavforMed, enquanto a embarcação "Aquarius", que pertence à ONG "Sos Mediterranee", resgatou 125, e o resto das pessoas foram salvas por navios da Marinha militar italiana.

As seis operações de hoje se somam às seis de ontem, que socorreram outros 730 imigrantes no canal da Sicília, quando suas embarcações estavam à deriva entre 30 e 50 milhas ao norte do litoral da Líbia, segundo um comunicado.

Todos eles foram transferidos a bordo da embarcação norueguesa "Seim+ Pilot", que chegará nas próximas horas ao porto de Pozzallo, na Sicília.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos