PUBLICIDADE
Topo

Internacional

Argentina precisa de "Brasil forte, sólido e institucional", diz chanceler

28/04/2016 20h26

Buenos Aires, 28 abr (EFE).- A chanceler da Argentina, Susana Malcorra, afirmou nesta quinta-feira que seu país precisa de "um Brasil forte, sólido e institucional", em referência à crise política do outro lado da fronteira.

"Nós precisamos de um Brasil forte, sólido e institucional, porque, se não for assim, nosso principal aliado se torna não confiável. Não só para nós, mas para o mundo, e isso é ruim", ressaltou.

Em entrevista coletiva no Palacio San Martín, sede da Chancelaria argentina, Malcorra disse que os chanceleres da União de Nações Sul-Americanas (Unasul) acompanham de perto o processo que pode levar ao impeachment da presidente Dilma Rousseff.

"Estamos em contato permanente com nossos colegas da região", ressaltou.

"Temos que ver em função de como (o processo) avança, se a aplicação da cláusula democrática é ou não factível", acrescentou, questionada sobre uma eventual decisão da Unasul e do Mercosul de agir nesse sentido.

Malcorra reconheceu que a situação do Brasil "tem impacto direto" na balança comercial entre os dois países.

"É um impacto muito duro, muito difícil de compensar para a Argentina", especialmente porque o país "tem cadeias de valor muito integradas com o Brasil", explicou.

"Se o consumo interno do Brasil vier abaixo, essa cadeia definitivamente diminui", acrescentou.

Além disso, a encarregada das relações exteriores no governo de Mauricio Macri pediu "cuidado" sobre análises do momento político no Brasil.

"Estamos muito envolvidos, mas devemos ser muito cuidadosos e respeitosos", destacou.

Malcorra declarou que a Chancelaria argentina fala "permanentemente" com o Brasil, enquanto tenta "compreender a dinâmica" do processo, que tem aspectos "legais" e "políticos".

Internacional