Obama afirma que Bernie Sanders tornou Hillary Clinton "candidata melhor"

Em Washington

  • Mike Blake/Reuters

O presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, afirmou nesta quarta-feira que as ideias de mudança e a energia do senador Bernie Sanders ajudaram o Partido Democrata e fizeram de Hillary Clinton uma "candidata melhor".

"Foi algo muito saudável para o Partido Democrata ter primárias competitivas. Penso que Bernie Sanders trouxe uma enorme energia e novas ideias. E estimulou o partido e o desafiou. Acredito que fez de Hillary uma melhor candidata", declarou Obama hoje durante uma entrevista ao comediante Jimmy Fallon.

A emissora "NBC" antecipou alguns trechos da entrevista, realizada hoje, mas que será transmitida amanhã, na qual o presidente repassa alguns dos últimos aspectos da corrida eleitoral.

"Minha esperança é que, nas próximas duas semanas, sejamos capazes de pôr todo mundo de acordo", disse Obama, que espera reunir-se nesta quinta-feira na Casa Branca com Sanders, que por enquanto se nega a abandonar sua campanha apesar de Hillary já ser a virtual candidata presidencial democrata.

No entanto, a campanha de Hillary pela candidatura, iniciada em abril de 2015, foi mais longa e dura do que muitos pensavam, e ainda resta o obstáculo de atrair os milhões que votaram em Sanders, especialmente jovens, para participar com confiança das eleições de novembro.

Desta forma, na entrevista, Obama falou da natural competição que acontece entre os rivais de primárias e lembrou a disputa que travou em 2008 com a própria Hillary para conseguir a indicação democrata e posteriormente se tornar presidente após vencer o então candidato republicano John McCain.

"Há um processo natural no qual todo mundo reconhece que não se trata de algo pessoal. Se trata do país e da direção que vamos tomar", argumentou Obama, que se mostrou convencido de que o Partido Democrata realizará uma "grande" convenção em julho na Filadélfia (Pensilvânia).

Nessa convenção, os delegados do partido nomearão Hillary oficialmente como candidata democrata para concorrer pela presidência contra o republicano Donald Trump.

"Acho que (Hillary) é muito inteligente, é dura. Se preocupa profundamente com as pessoas trabalhadoras, em pôr as crianças na escola e em assegurar-se que estamos fazendo nossa economia crescer", ressaltou Obama sobre a ex-primeira dama, a quem não apoiará oficialmente pelo menos até depois de sua reunião com Sanders.

Desde que Hillary alcançou na segunda-feira o número de delegados necessários para ser confirmada como candidata do Partido Democrata começaram as especulações sobre quando será formalizado o respaldo de Obama àquela que foi sua rival nas primárias de 2008 e posteriormente sua secretária de Estado.

Conheça algumas curiosidades sobre as eleições americanas

  •  

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos