Reino Unido decide deixar União Europeia

Londres, 24 jun (EFE).- O Reino Unido optou por deixar a União Europeia (UE), após mais de 50% dos britânicos terem votado no "brexit" no referendo realizado na quinta-feira.

A participação no plebiscito atingiu 72 % quando se contabilizaram 374 das 382 zonas que compõem o mapa eleitoral britânico.

Após sua entrada na UE em 1973, quando então o bloco era conhecido como Comunidade Econômica Europeia (CEE), o Reino Unido decidiu romper os laços com Bruxelas, com repercussões para toda a Europa.

Segundo os analistas políticos, a situação do primeiro-ministro do Reino Unido, David Cameron, pode ficar insustentável após convocar o referendo e pedir que a população que apoiasse a permanência do país no bloco europeu.

O presidente honorário do partido republicano da Irlanda do Norte, Declan Kearney, afirmou nesta sexta-feira que a vitória do "brexit" no conjunto do Reino Unido deve impulsionar a convocação de um referendo sobre a unidade da Irlanda.

Na Escócia, onde o "sim" para continuar na UE foi contundente, a ministra-chefe, Nicola Sturgeon, poderia impulsionar um segundo referendo pela independência como sugeriu durante a campanha.

O líder do Partido pela Independência do Reino Unido (UKIP), Nigel Farage, qualificou a data de hoje como "o dia da independência", e afirmou que se trata do triunfo de gente "decente" que se enfrentou grandes corporações e os bancos, que pediam a permanência britânica na UE.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos