Samper adverte que 'nem tudo é lua de mel' no processo paz na Colômbia

Quito, 24 jun (EFE).- O secretário-geral da União de Nações Sul-americanas (Unasul), Ernesto Samper, disse nesta sexta-feira que "nem tudo é lua de mel" após os acordos de paz entre o governo da Colômbia e as Farc, advertindo que a outra guerrilha do país, o Exército de Libertação Nacional (ELN), e quadrilhas criminosas seguem ativas.

O ex-presidente colombiano, em sua conta no Twitter, disse suspeitar que o ELN poderia tentar apostar nos espaços deixados pelas Farc.

"Nem tudo é lua de mel depois dos acordos em Havana. O ELN tratará de preencher os espaços das Farc", escreveu Samper, ao lembrar que na quinta-feira, Colômbia e as Farc chegaram a um acordo histórico com o cessar-fogo bilateral e definitivo.

Samper considerou que, após o acordo de cessar-fogo do governo com as Farc, é importante buscar uma "paz positiva", baseada no respeito e na convivência entre os colombianos.

Segundo ele, essa será a parte mais delicada do processo de paz, embora "a mais essencial", que tem a ver com a desmilitarização do conflito, "a entrega das armas, com a desmobilização e com a reintegração".

Para Samper, essa paz positiva consiste em "ensinar para a Colômbia e os colombianos a conviver, apesar das diferenças ou graças as diferenças, sem apelar para o conflito armado para solucioná-las".

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos