Tim Kaine aceita indicação para ser candidato a vice-presidente dos EUA

Filadélfia (EUA), 27 jul (EFE).- O senador Tim Kaine aceitou nesta quarta-feira na Convenção Nacional Democrata na Filadélfia a indicação de seu partido para concorrer ao cargo de vice-presidente dos Estados Unidos.

"Por todos aqueles que sabem que o futuro mais brilhante para nosso país é o que construímos juntos, e pela minha amiga Hillary Clinton, aceito humildemente a indicação do meu partido para ser vice-presidente dos Estados Unidos", disse o senador ao público no ginásio Wells Fargo Center.

O já oficial companheiro de chapa da ex-secretária de Estado confessou que não esperava "nunca" estar hoje se comprometendo para tal cargo, mas garantiu que Hillary e ele têm, sobretudo, uma coisa em comum: tentar fazer "todo o bem possível".

Kaine, que recebeu hoje o apoio dos delegados da convenção por aclamação, é legislador da Virgínia desde 2012, mas tem uma extensa carreira, primeiro na esfera local, e depois como vice-governador e governador de seu estado.

Membro do Comitê de Relações Exteriores e de Serviços Armados do Senado, o atual presidente Barack Obama já o havia considerado em 2008 entre seus possíveis companheiros de chapa, mas finalmente se decidiu pelo então também senador Joe Biden.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos