Líder Boko Haram aparece em vídeo para desmentir rumor de que estava ferido

Abuja, 25 set (EFE).- O líder do grupo jihadista nigeriano Boko Haram, Abubakar Shekau, reapareceu neste domingo em um vídeo para desmentir a informação de que tinha sido fatalmente ferido em um bombardeio do Exército da Nigéria, como afirmou um porta-voz militar do país no mês passado.

Na gravação, divulgada no Youtube, o líder insurgente lê um comunicado em árabe acompanhado de dois homens armados encapuzados. Shekau não apresenta nenhuma sequela do ataque aéreo que, segundo as Forças Armadas da Nigéria, teria o ferido gravemente.

Atrás de Shekau há vários livros religiosos empilhados e uma bandeira da organização terrorista, que assassinou milhares de pessoas desde que as autoridades da Nigéria executaram em 2009 o fundador do Boko Haram, Mohammed Yousef.

O governo da Nigéria já anunciou em outras ocasiões a morte de Shekau que, no entanto, sempre reaparece em vídeos como o divulgado hoje para mostrar ao mundo que segue vivo.

Shekau substituiu Yousef no comando da seita e, sob seu comando, o Boko Haram sequestrou centenas de meninas e mulheres, além de ter provocado o deslocamento forçado de mais de 2 milhões de pessoas.

Os Exércitos do Chade, Níger e Camarões, vizinhos da Nigéria, se uniram para criar uma aliança militar regional para combater o Boko Haram. Desde o início da ofensiva, os jihadistas perderam boa parte dos territórios que controlavam, mas seguem semeando o terror com constantes atentados contra civis.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos