Casa Branca considera vergonhosa retratação de senadores que derrubaram veto

Washington, 29 set (EFE).- O porta-voz da Casa Branca, Josh Earnest, considerou "vergonhoso" que quase um terço do Senado mostre agora reservas à lei que eles mesmos aprovaram após invalidarem o veto presidencial e que se baseia no princípio de justiça universal.

Em entrevista coletiva nesta quinta-feira, Earnest opinou que os senadores deveriam se envergonhar por mostrarem reservas à lei que permite aos americanos processarem o governo da Arábia Saudita por seu suposto papel nos atentados de 11 de setembro de 2001.

A lei que ampara os processos de parentes das vítimas dos atentados contra a Arábia Saudita em tribunais americanos recebeu o apoio de 97 dos 100 senadores.

A única oposição veio do líder da minoria democrata do Senado, Harry Reid, enquanto o independente Bernie Sanders e o democrata e candidato a vice-presidente Tim Kaine se ausentaram da votação.

A Câmara dos Representantes conseguiu revogar na quarta-feira o veto presidencial a esta lei com 348 votos a favor e 77 contra, mais que os dois terços requeridos.

Um dia após a aprovação da lei, um grupo de 28 senadores liderado pelo republicano Bob Corker expressou preocupação em relação às "consequências não propositais" da lei, que sob o princípio de reciprocidade pode incentivar processos contra os Estados Unidos em tribunais de outros países.

"As preocupações sobre as consequências que (os senadores) transmitiram após aprovarem a lei são as mesmas que nós transmitimos há tempos", explicou Earnest.

Os senadores lamentaram que a Casa Branca não tenha entrado em contato com eles para explicar a fundo as implicações da lei, algo que Earnest negou ao dizer que houve reuniões com o Senado para explicar as reservas do Executivo sobre a lei.

"A ignorância não pode ser uma desculpa agora", afirmou Earnest, visivelmente incomodado pelas ressalvas dos senadores por uma lei que eles mesmos aprovaram após rejeitarem pela primeira vez nos quase oito anos de presidência de Obama a prerrogativa presidencial do veto.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos