PC chinês proclama Xi Jinping seu "líder central", à imagem de Mao

Pequim, 27 out (EFE).- O Partido Comunista da China (PCCh) decidiu nesta quinta-feira elevar o status do presidente da China, Xi Jinping, ao de "líder central" da legenda, o que equipara seu poder ao de antecessores históricos como Mao Tsé-tung e Deng Xiaoping.

O PCCh pediu a seus membros para manter a "unidade próxima do Comitê Central do PCCh com Xi Jinping como seu núcleo", segundo o comunicado emitido pelo partido após sua reunião mais importante do ano, divulgado pela agência oficial "Xinhua".

Os cerca de 370 membros do Comitê Central do PCCh se reuniram desde segunda-feira até hoje, quinta-feira, em Pequim e a portas fechadas para realizar o chamado Sexto Plenário, no qual também aprovaram dois documentos sobre a disciplina do Partido.

A denominação de Xi como "líder central" acrescenta um título mais ao presidente, ao comando do Exército através da Comissão Militar Central e do Comitê Nacional de Reformas do país, entre outros cargos, e blinda sua autoridade ainda mais para o XIX Congresso de 2017.

Nele, que acontecerá na segunda metade de 2017, segundo anunciou hoje o comunicado do plenário, haverá um revezamento crucial de poderes, já que cinco dos sete membros - em princípio todos menos Xi e o primeiro-ministro Li Keqiang - do Comitê Permanente, órgão supremo da legenda, serão substituídos.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos