Giuliani chama de "chorões" jovens revoltados com a eleição de Trump

Em Nova York

Protesto anti-Trump eclodem nos EUA e no exterior

Rudolph Giuliani, ex-prefeito de Nova York e um dos principais assessores de Donald Trump, qualificou nesta quinta-feira (10) como "chorões" os jovens que se queixam e protestam contra a vitória do candidato republicano.

Em uma entrevista à emissora "Fox News", Giuliani minimizou a importância das manifestações contra o presidente eleito registradas em várias cidades do país e criticou o apoio oferecido por algumas universidades a seus alunos incomodados com o resultado das urnas.

"A realidade é que são um bando de chorões consentidos", disse o veterano político, cujo nome vem sendo cogitado como possível procurador-geral da nova administração.

Segundo Giuliani, "a maioria dos jovens não está chorando, está nas aulas" e, de fato, cresce entre eles o número de conservadores.

"Eles estão se rebelando contra os professores. E se você procura os verdadeiros loucos de esquerda nos campus, são os professores, não os estudantes", garantiu.

Dezenas de milhares de pessoas saíram às ruas das principais cidades dos EUA nesta quarta-feira para protestar contra a eleição de Trump e ao longo do dia se registraram também concentrações contra o resultado eleitoral em vários campi universitários.

Várias universidades demonstraram sua compreensão e organizaram atividades de apoio para os estudantes, atitude sobre a qual brincou Giuliani, comentando entre risos que na universidade católica na qual ele estudou lhe teriam oferecido "outra coisa".
 

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos