Mahmoud Abbas expressa condolências pela morte de Fidel Castro

Jerusalém, 26 nov (EFE).- O presidente da Autoridade Nacional Palestina (ANP), Mahmoud Abbas, expressou condolências pela morte do líder cubano Fidel Castro, aos 90 anos, ocorrida ontem à noite em Havana.

Abbas enviou uma mensagem ao irmão de Fidel e atual presidente de Cuba, Raúl Castro, na qual manifestou seu "mais sentido pesar" pela morte de um homem "dedicado à defesa de sua terra e de seu povo" e "da verdade e da justiça", informou neste sábado a agência de notícias oficial palestina, "Wafa".

O líder palestino ressaltou o vínculo de seu povo com Cuba, que foi o único país latino-americano a votar contra a divisão da Palestina histórica para a criação de um estado árabe e outro judeu na Assembleia Geral da ONU em 1947 - antes da Revolução Cubana e da chegada de Fidel ao poder.

Abbas agradeceu "o apoio à causa palestina" de Fidel, especialmente com a declaração para cortar relações diplomáticas com Israel e o reconhecimento da Organização para a Libertação da Palestina (OLP) na quarta reunião do Movimento dos Não-Alinhados em 1973, em Argel.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos