Mujica compara Fidel Castro à magnitude de Dom Quixote

Em Montevidéu

  • Cubadebate/EFE

O ex-presidente uruguaio José Mujica disse nesta tarde (26) que "existe em Fidel Castro e no povo cubano a magnitude de Dom Quixote", após saber da morte do líder que "viveu como pensava".

"Existe em Fidel, nele e em grande parte do povo cubano, a magnitude de Dom Quixote. Viveu um longo período de sua história desafiando a maior potência mundial. Não é trabalho simples, ter coragem, capacidade e resistência para enfrentar esse dilema", disse a canais locais.

Mujica, que governou de 2010-2015, defendeu que "como qualquer personagem da história", Fidel sempre vai ter "críticos e apaixonados".

"O mais importante é perceber que foi alguém que viveu como pensava, viveu para o que pensava e deu toda sua força e existência para isso", afirmou.

O ex-governante também ressaltou que o falecido líder cubano "como qualquer grande homem" é "filho dos dramas de seu tempo", pois "viveu as contradições de seu tempo".

"O pior que existe em matéria de juízo histórico é esse critério fotográfico, que vê momentos e não enxerga o processo e o que era a história em 1960, o que o mundo debatia, as contradições existentes", declarou.

Fidel Castro morreu aos 90 anos às 22h29 de sexta-feira (hora local; 1h29 de sábado em Brasília), conforme informou seu irmão, o presidente Raúl Castro, em pronunciamento na rede de televisão estatal. O corpo do líder histórico da Revolução Cubana será cremado, conforme sua "vontade expressa", explicou Raúl, que estava visivelmente emocionado.
 

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos