Opositor adverte estar "atento" para "evitar fraude eleitoral" no Equador

Quito, 20 fev (EFE).- O candidato opositor Guillermo Lasso, que irá disputar o segundo turno à presidência do Equador com o governista Lenín Moreno, advertiu nesta segunda-feira que seus seguidores vigiam a contagem dos votos "para evitar uma fraude".

"Quero advertir que estamos atentos à contagem de votos para evitar uma fraude", ressaltou Lasso, que apontou que "o povo equatoriano, com coragem, vai defender o que alcançou nas urnas".

"Não vamos permitir que se perca o que o povo equatoriano alcançou nas urnas", insistiu.

O candidato do movimento CREO disse à emissora "Ecuavisa" que estão "controlando voto a voto", e agradeceu seus simpatizantes que -disse- passaram a noite atentos.

Os resultados oficiais parciais revelam que o candidato governista à presidência do Equador, Lenín Moreno, obteria 39,11% dos votos, segundo os resultados parciais postados no site do Conselho Nacional Eleitoral (CNE).

Com 35.917 de 41.042 juntas de recepção de voto apuradas (87,5%), Moreno lidera os resultados, seguido por Lasso, com 28,27%.

O sistema eleitoral equatoriano contempla a realização de um segundo turno se nenhum dos candidatos conseguir maioria absoluta ou se o candidato mais votado não alcançar pelo menos 40% dos sufrágios com uma margem de pelo menos 10% de vantagem sobre o segundo.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos