Hamon assegura que não haverá aliança com Mélenchon

Paris, 26 fev (EFE).- O candidato socialista à presidência da França, Benoît Hamon, afirmou neste domingo que o neocomunista Jean-Luc Mélenchon confirmou que não haverá pacto para unificar suas candidaturas.

Em entrevista à emissora "TF1", Hamon revelou que se reuniu na última sexta-feira com Mélenchon para sondar a possibilidade de uma aliança e que o neocomunista disse não ter a intenção de retirar sua candidatura.

"Agora a situação é clara", disse Hamon, que convocou o eleitorado de esquerda a votar em sua chapa, a única progressista com chances de vitória.

O socialista também se dirigiu particularmente aos eleitores de Mélenchon e aos de Emmanuel Macron, ex-ministro da Economia de François Hollande, que se apresenta com um programa batizado como "nem de esquerda nem de direita".

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos