Trump acusa democratas de manipularem pleito para favorecer Tom Pérez

(Atualiza com declarações de Tom Pérez e Bernie Sanders).

Washington, 26 fev (EFE).- O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, acusou neste domingo o Comitê Nacional do Partido Democrata (DNC, na sigla em inglês) de ter manipulado seu pleito interno para conseguir a eleição de Tom Pérez, da ala mais tradicional da legenda, como líder e evitar o triunfo do legislador Keith Ellison, da facção progressista.

Em mensagem publicada no Twitter, Trump considerou que Ellison "nunca teve chance" porque o sistema do Partido Democrata se voltou contra ele, assim como alega que ocorreu com Bernie Sanders, o senador progressista que enfrentou Hillary Clinton nas primárias das eleições presidenciais.

"A corrida pela presidência do DNC esteve, certamente, totalmente 'fraudada'. O menino de Bernie, como o próprio Bernie, nunca teve chance. (Hillary) Clinton exigiu Pérez!", considerou Trump no Twitter.

O próprio Pérez foi percebido como parte do "establishment" do partido pelo apoio oferecido a Hillary durante o processo de primárias e também pelo fato de que ela chegou a ventilar seu nome para a vice-presidência, mas o candidato, por fim, acabou sendo o senador Tim Kaine.

Com o objetivo de desfazer essa imagem e seduzir a ala progressista, o primeiro ato de Pérez ontem, após ser nomeado como o novo líder dos democratas, foi estender as mãos ao congressista Ellison, afro-americano, muçulmano e que tinha recebido o apoio de Sanders

Em entrevista hoje com o canal "CNN", Pérez minimizou a importância da mensagem de Trump no Twitter e disse: "O congressista Ellison e eu morremos de rir. Donald Trump, de manhã, outra vez tuitando sobre nós. Nossa unidade como partido é nossa maior virtude e seu pior pesadelo".

Pouco depois, em outra entrevista à "CNN", Sanders rejeitou a ideia de que Pérez teria vencido porque o sistema está "fraudado", mas reconheceu que o processo de debate interno precisa de alguns ajustes.

"Este é o sistema que temos, e uma das coisas que Pérez terá que fazer é averiguar como mudar o processo para a escolha dos líderes nacionais do Partido Democrata", disse Sanders neste domingo.

Trump já havia utilizado o Twitter ontem para opinar sobre as eleições internas dos democratas: "Felicidades a Thomas Pérez, que acaba de ser nomeado presidente do DNC. Não poderia estar mais feliz por ele ou pelo Partido Republicano".

Pérez então respondeu a Trump através da mesma rede social e o aconselhou para que não "ficasse muito contente" e prometeu que tanto ele, como Ellison e o restante dos democratas no país, se transformarão em seu "pior pesadelo".

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos