Obama e Michelle chegam a acordo milionário com editora para novos livros

Washington, 28 fev (EFE).- O ex-presidente dos Estados Unidos Barack Obama e sua esposa, Michelle, chegaram nesta terça-feira a um acordo com a editora Penguin Random House para publicar os primeiros livros que os dois escreverão após deixarem a Casa Branca.

Apesar de os detalhes do acordo não terem sido revelados, o jornal "Financial Times" indicou que a editora pagou cerca de US$ 60 milhões para garantir os direitos sobre os futuros livros, que ainda não têm data para serem publicados.

"Com suas palavras e liderança, os Obama mudaram mundo. E, a cada dia, com os livros que publicamos na Penguin Random House, nos esforçamos para fazer o mesmo", disse o diretor da editora, Markus Dohle, em comunicado enviado ao "The New York Times".

"Agora, estamos ansiosos para trabalhar com o presidente e a senhora Obama para fazer de cada um de seus livros sucessos globais de importância e alcance sem precedentes", completou Dohle.

Obama publicou em 1995 "Dreams from My Father: A Story of Race and Inheritance" e, em 2006, "The Audacity of Hope: Thoughts on Reclaiming the American Dream" com editoras associadas da Penguin Random House, que tem sede em Nova York.

A ex-primeira-dama publicou em 2012 "American Grown: The History of the White House Kitchen Garden and Gardens Across America" pela editora Crown, também da Penguin Random House.

Segundo o "The New York Times", os Obama têm a intenção de doar parte dos luvros à Fundação Obama.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos