Milícias recuperam 1.641 quilômetros quadrados durante ofensiva em Al Raqqa

Cairo, 26 mar (EFE).- As Forças da Síria Democrática (FSD), uma aliança armada liderada por milícias curdas, arrebataram do grupo terrorista Estado Islâmico (EI) 1.641 quilômetros quadrados de terreno na terceira fase de sua ofensiva na província de Al Raqqa.

Os combatentes das FSD avançaram nesta etapa da operação pela região de Bir al Haba e de Abu Jashab, no leste de Al Raqqa, onde conquistaram dezenas de povoados e fazendas, informou a aliança em comunicado.

"Com o fim da operação militar neste lado, anunciamos que nossas forças completaram a libertação de quase toda a superfície oriental de Al Raqqa", indicaram as FSD em uma nota publicada na rede social Telegram.

Pelo menos 272 combatentes do EI perderam a vida nessas operações, enquanto as FSD sofreram 40 baixas em suas fileiras.

As FSD lembraram que contam com o apoio de aviões e de forças especiais e assessores da coalizão internacional na ofensiva.

Desde o último dia 6 de novembro, as FSD desenvolvem a ofensiva "Ira do Eufrates" a fim de expulsar o EI de Al Raqqa, o principal bastião dos jihadistas na Síria.

No início de fevereiro, as FSD iniciaram a terceira fase de seu ataque na região, que se centrou em sua metade oriental.

Recentemente, os Estados Unidos somaram aos 500 membros das forças especiais que operavam na Síria 250 Rangers e 200 membros da Infantaria da Marinha.

As FSD são uma amálgama de milícias locais curdas, árabes, assírias (grupo étnico de maioria cristã) e circassianas, entre outras.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos