Apoio ao sistema presidencialista lidera apuração de referendo na Turquia

Ancara, 16 abr (EFE).- O apoio ao novo sistema presidencialista sugerido pelo chefe de Estado turco, o islamita Recep Tayyip Erdogan, lidera a apuração do referendo realizado neste domingo na Turquia, segundo os primeiros dados parciais.

Com 91,7% das urnas apuradas, o "sim" aparece com 52,2% dos votos, enquanto o "não" alcança 47,8%, segundo os resultados oficiais divulgados pela emissora "NTV".

A participação teria alcançado 85% do censo eleitoral da Turquia.

O "sim" vence em Anatolia e na região do Mar Negro, redutos do governamental Partido da Justiça e Desenvolvimento (AKP), enquanto o "não" se impõe em Istambul, na costa do Egeu, no Mediterrâneo e nas áreas em que se concentra a população curda.

À medida que avança a contagem, a vantagem do "sim" está se reduzindo, e passou de mais do 60% para o atual 52,2%.

A Turquia decidirá nesta consulta popular se substitui seu modelo parlamentar por um presidencial com vastos poderes e cujo resultado determinará o modelo político do país e redefinirá suas relações com a União Europeia (UE).

Cerca de 55 milhões turcos estavam convocados às urnas e as pesquisas apontavam um resultado apertado, uma vez que as enquetes davam possibilidades de vitória tanto ao "sim" como ao "não".

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos