Obama participará em Chicago de seu primeiro ato público após deixar o poder

Washington, 21 abr (EFE).- O ex-presidente dos Estados Unidos Barack Obama participa na próxima segunda-feira seu primeiro ato público depois de deixar o poder em janeiro, uma conversação na Universidade de Chicago dedicada a animar os jovens a se envolver mais na política, informou nesta sexta-feira seu escritório em um comunicado.

Obama, que no dia 20 de janeiro cedeu o poder a Donald Trump, visitará a universidade na qual foi professor de Direito Constitucional durante mais de uma década para ter "uma conversa sobre a organização comunitária e o envolvimento cívico" com "jovens líderes" de Chicago (Illinois).

"Este ato faz parte do objetivo de Obama em sua vida pós-presidência de animar e apoiar a próxima geração de líderes que querem fortalecer as comunidades em todo o país e no mundo. Foram convidados jovens de instituições educacionais da área de Chicago", segundo o escritório do ex-presidente.

Desde a posse de Trump, Obama se manteve longe dos holofotes, e acaba de retornar de longas férias na Polinésia Francesa, nas quais esteve acompanhado, segundo a imprensa americana, do ator Tom Hanks, do cantor Bruce Springsteen e da estrela da televisão Oprah Winfrey.

O ex-governante está escrevendo um livro de memórias e apenas se pronunciou sobre as ações de seu sucessor no poder, com a exceção do veto contra certos imigrantes e muçulmanos impostos por Trump em janeiro e suspenso depois por um juiz, sobre o qual Obama alertou que colocava em perigo "os valores americanos".

Não obstante, segundo informou hoje o jornal "The New York Times", Obama terminou suas férias e tem uma série de atos preparados para o próximo mês, entre eles vários discursos privados nos EUA e Europa.

Depois do ato em Chicago, Obama tem previsto receber no dia 7 de maio um prêmio da Fundação da biblioteca presidencial de John F. Kennedy, onde fará um discurso sobre o que significa a coragem no mundo de hoje, mas não mencionará Trump, de acordo com o jornal nova-iorquino.

Obama viajará em maio para a Itália junto com seu amigo e ex-chef de cozinha da Casa Branca, Sam Kass, para fazer um discurso na Cúpula Global de Inovação Alimentar sobre o efeito da mudança climática nas provisões de alimentos.

No dia 25 de maio, segundo a revista "Time", Obama discursa no Portão de Brandemburgo em Berlim junto com a chanceler alemã, Angela Merkel, que foi uma das suas aliadas mais próximas no plano internacional durante sua presidência.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos