Pesquisa diz que americanos acharam inadequada demissão de chefe do FBI

Em Washington

  • Jonathan Ernst e Kevin Lamarque/ Reuters

    O ex-diretor do FBI James Comey e o presidente dos EUA, Donald Trump

    O ex-diretor do FBI James Comey e o presidente dos EUA, Donald Trump

Cerca de 54% dos americanos consideraram inadequada a decisão tomada pelo presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, de demitir, na última terça-feira (9), o então diretor do FBI, James Comey, de acordo com uma pesquisa divulgada na quinta-feira (11) pela emissora "NBC".

A pesquisa também indica que 46% das pessoas acreditam que o real motivo da demissão foi a investigação que era liderada por Comey sobre uma suposta ligação entre a Rússia e Trump, embora a Casa Branca diga que o real motivo foi o caso envolvendo Hillary Clinton de uso de contas privadas de e-mail quando, quando a ex-primeira-dama era secretária de Estado.

Apenas 24% dos americanos acreditam na versão oficial do Governo, enquanto que 22% consideram existir um outro motivo, de acordo com a pesquisa realizada pela SurveyMonkey.

Entre os eleitores democratas, 67% acreditam que foi a investigação sobre as ligações entre a campanha de Trump com Rússia o real motivo, enquanto apenas 13% confiam na versão oficial.

O ceticismo também reina entre os eleitores republicanos: menos da metade (43%) confiam na versão divulgada pela Casa Branca, enquanto que 22% das pessoas apostam na ligação com o Kremlin.

Porém, 79% dos republicanos consideram apropriado a demissão de Comey, enquanto que 83% dos democratas rejeitaram.

A SurveyMonkey realizou a pesquisa entre os dias 10 e 11 deste mês, com pesquisas on-line a 3.746 pessoas e a margem de erro é de 2,5%.
 

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos