Casa Branca reitera que está "revisando" suas políticas com Cuba

Washington, 30 mai (EFE).- O governo do presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, está revisando sua política com Cuba devido à situação de direitos humanos na ilha, afirmou nesta terça-feira o porta-voz da Casa Branca, Sean Spicer.

"A política de direitos humanos é muito importante para ele (Trump) e, por isso, estamos revisando nossa política com Cuba", disse Spicer em sua entrevista coletiva diária.

O porta-voz não detalhou o que está sendo revisado nas relações com Cuba, país com o qual os EUA iniciaram um processo de degelo em dezembro de 2014 durante o mandato do ex-presidente Barack Obama, um gesto que pôs fim a meio século de inimizade e desembocou no restabelecimento de relações.

Spicer fez estas declarações em resposta a uma pergunta sobre a conversa por telefone que Trump teve em abril com o presidente das Filipinas, Rodrigo Duterte, na qual, segundo o jornal "The Washington Post", lhe felicitou por seu "incrível trabalho" na luta contra as drogas, que deixou mais de 7.000 mortos desde sua posse em junho do ano passado.

Spicer ligou essa resposta com o tema da revisão da política para em relação a Cuba sem que houvesse qualquer pergunta a respeito.

Alguns veículos de comunicação americanos informaram que Trump deve anunciar suas mudanças na política de Obama em relação a Cuba em uma visita que realizará em junho a Miami (Flórida), onde vive uma grande colônia de exilados cubanos.

A Casa Branca, no entanto, não confirmou essas informações.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos