PUBLICIDADE
Topo

Internacional

Hamburgo encerra Cúpula do G20 após nova noite de distúrbios

08/07/2017 03h42

Hamburgo, 8 jul (EFE).- A cidade alemã de Hamburgo se prepara neste sábado para acolher o segundo e último dia da Cúpula do Grupo dos Vinte (G20), após uma nova noite de distúrbios, com barricadas, carros incendiados e lojas quebradas no distrito de Schanzenviertel.

A polícia informou que grupos de manifestantes armados com coquetéis molotov e barras de ferro agrediram os agentes e atacaram carros e lojas, enquanto um supermercado foi saqueado por cerca de 500 pessoas e acabou pegando fogo.

Soldados antidistúrbios acabaram entrando em um prédio em que tinham se refugiado grupos de manifestantes e detiveram 13 pessoas, explicou a polícia em comunicado.

Os distúrbios se concentraram na rua na qual fica a casa ocupada pelo grupo "Flora Vermelha"-, a pouca distância do centro de reuniões onde os líderes das potências industrializadas e os países emergentes fazem seus encontros.

A polícia abriu uma página da internet para que os cidadãos possam publicar de forma anônima vídeos e fotos dos distúrbios com o fim de identificar os autores de fatos delitivos.

Hoje está prevista uma última manifestação na cidade convocada sob o lema "Solidariedade sem fronteiras em vez de G20".

A cúpula das potências mundiais termina hoje com debates sobre o desenvolvimento da África, as causas da imigração, a luta contra as pandemias e o apoio às mulheres empreendedoras em países em desenvolvimento.

Internacional