Conservadores lideram apuração na Islândia

Copenhague, 28 out (EFE).- O conservador Partido da Independência do primeiro-ministro, Bjarni Benediktsson, lidera o apuração das eleições gerais antecipadas deste sábado na Islândia, apurados 25% dos votos, mas depende de várias forças de centro para governar.

Os conservadores obtiveram 26%, três pontos menos que há um ano; seguidos pelo Movimento de Esquerda Verde, com 17%; a Aliança Social-democrata, com 12,7% e o Partido Centrista, a nova legenda criada pelo ex-primeiro-ministro Sigmudur David Gunnlaugsson, com 10,9% e que pode ser essencial para formação de Governo.

No novo Parlamento, que contaria com o número recorde de oito forças políticas, estarão também o Partido Pirata, que perderia um terço do seu apoio; o Partido Progressista, o Partido Reformista e o Partido do Povo, de linha ultranacionalista e que entraria pela primeira vez na Câmara.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

UOL Newsletter

Receba por e-mail as principais notícias sem pagar nada.

Quero Receber

UOL Cursos Online

Todos os cursos