Merkel lamenta fracasso de negociações de coalizão e diz que será responsável

Berlim, 20 nov (EFE).- A chanceler da Alemanha, Angela Merkel, lamentou nesta segunda-feira o fracasso das conversas do seu bloco conservador com liberais e Verdes para formar uma coalizão de governo que, segundo sua opinião, teria sido possível, e se comprometeu a continuar agindo com "responsabilidade".

"Amanhã entrarei em contato com o presidente (Frank-Walter Steinmeier), informarei a ele sobre a situação e veremos como as coisas vão se desenrolar", disse Merkel aos jornalistas, diante da incerteza que se apossa no país quase dois meses depois das eleições.

Foram os liberais quem deram por concluídas poucas horas antes da meia-noite as negociações, afundadas em assuntos como a política de imigração e a proteção do meio ambiente.

"Em um dia histórico e depois de quase cinco semanas de negociações, é o momento de refletir", afirmou Merkel antes de assegurar que, como chanceler interina, fará tudo o que estiver a seu alcance para que o país continue bem governado nas próximas semanas.

Segundo ela disse, o bloco conservador da União Democrata-Cristã (CDU) que ela dirige e sua ala bávara da União Social-Cristã tentaram de tudo para que as conversas chegassem a um bom final.

"Poderíamos ter fechado um acordo", afirmou Merkel, estimando que se tinha avançado muito nas conversas para a estabilidade do país, para o crescimento econômico e também em questões mais controversas como meio ambiente, bandeira dos Verdes.

Ela lamentou assim o abandono das conversas por parte do Partido Liberal (FDP) e se mostrou convencida de que as grandes diferenças em matéria de imigração com os Verdes poderiam ter sido resolvidas com um acordo.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos