PUBLICIDADE
Topo

Internacional

Após tensões, Ancara muda nome da rua da embaixada dos Emirados Árabes

23/12/2017 12h13

Istambul, 23 dez (EFE).- A Prefeitura de Ancara trocará o nome da rua onde fica a embaixada dos Emirados Árabes Unidos para o nome de um paxá otomano que o ministro de Relações Exteriores emiradense, Abdullah bin Zayed al-Nahyan, criticou no Twitter há uma semana, informou a agência turca "Anadolu" neste sábado.

O governo deu instruções de substituir o nome da "Rua 613", num bairro residencial da periferia da capital, por "Rua Fahreddin Pasha", em homenagem ao paxá otomano Fahreddin, que foi governador da cidade de Medina de 1916 a 1919.

A mudança do nome é a mais recente cartada de um enfrentamento diplomático desencadeado na terça-feira passada, quando o ministro republicou no Twitter uma mensagem atacando o paxá e o relacionando ao atual presidente da Turquia, Recep Tayyip Erdogan.

O tweet, escrito dias antes por um dentista iraquiano que mora na Alemanha, dizia que que Fahreddin saqueava os bens de Medina, naquela época parte do Império otomano, e concluía com a afirmação: "Assim os antepassados de Erdogan trataram os árabes muçulmanos".

Na quinta, Erdogan respondeu o comentário com um discurso enérgico, enaltecendo a figura de Fahreddin como um grande defensor de Medina contra o colonialismo britânico e defendendo que a mudança de peças arqueológicas para Istambul era para preservá-las.

O caso provocou reações na Turquia e na quinta à noite, o ministro de Relações Exteriores turco convocou o encarregado de negócios da embaixada emiradense, apesar de a oposição social-democrata ter sugerido a saída do embaixador.

Agora, é possível que a guerra continue nas ruas. Hoje, o escritor emiradense Ahmed Obayd, com 34 mil seguidores no Twitter, sugeriu ao seu governo renomear a avenida onde fica a embaixada da Turquia para "Rua de Curdistão".

Internacional